terça-feira, 29 de julho de 2008

O Brasil e seus currais eleitorais

Eu sei que esta piada, que me contaram há algum tempo, pode não ser nova para alguns de vocês, mas ela serve como uma boa introdução a revolução político empresarial que estamos presenciando no Rio de Janeiro.

A piada é mais ou menos assim:

“Um filho chega super empolgado, em casa, e vai correndo contar a novidade para o pai.

- Pai, entrei para o mundo do crime!

O pai, impassível, olha fixamente nos olhos do filho e pergunta:

- Iniciativa pública ou privada?”

Agora o caso real. A imprensa vem denunciando que traficantes dos morros cariocas estão a pleno vapor, apoiando e fazendo propaganda eleitoral de seus políticos. O negócio é tão organizado que existem até atas de reunião, coisas que nem sempre encontramos dentro das empresas privadas brasileiras. Você já participou de quantas reuniões sem atas?

As instituições brasileiras andam indignadas e esperneiam, procurando soluções para evitar que esta tragédia destrua a democracia brasileira. Existem até pessoas defendendo o uso do exército para garantir eleições livres e justas. Eu já vi este filme em países altamente democráticos como Cuba.

Mas vem cá... Este tipo de curral eleitoral não era (ou ainda são) comum nos sertões brasileiros?
Postar um comentário