sábado, 24 de maio de 2008

Procurando vinil x mp3

Cenário 01:
O ano é 1986*, época em que existiam poucas opções de canais de televisão. De repente, começa um comercial com estética totalmente norte-americana. Um cara de jeans entra em uma lavanderia self-service, ao som de uma música incrível, e vai tirando a roupa. Antes que alguém faça algum comentário maldoso, a cena do cara tirando a roupa não me atraiu nem um pouco, mas a música de fundo é muito legal.

No dia seguinte, todos na escola comentavam e queriam saber que música era aquela. Tivemos que esperar o próximo final de semana para correr no Shopping Morumbi e tentar descobrir que música era aquela e comprar o vinil.

Descobrimos que a música era "I Heard It Through the Grapevine" de Marvin Gaye, mas que o disco não estava disponível. Acabei levando um disco do "Creedence Clearwater Revival" que também havia gravado esta música e acabei convivendo muitos anos com esta versão.




Cenário 02:
Agora o ano é 2008. Estava assistindo um filminho bobo na tv a cabo e vejo a cena que seria o ápice do filme: o ator Hugh Grant tenta impedir que um garoto suba ao palco, na frente de uma platéia selvagem de adolescentes que o perseguiam na escola. O garoto começa a cantar uma música que eu não consigo identificar e o "herói" Hugh Grant entra com uma guitarra para salvar o menino do grande mico. Identifico a música no fundo do meu cérebro, mas não consigo lembrar o nome da música e muito menos da intérprete.

Sei que não adianta esperar o dia seguinte para perguntar aos colegas de trabalho. Com a grande diversidade de canais de hoje é quase um milagre encontrar pessoas que assistiram a mesma coisa que você. A menos que entre em fóruns ou grupos específicos de cada programa.

Mas agora a vida é mais fácil. Entrei no google e digitei "Hugh Grant" e fui direcionado a filmografia dele na wikipédia. De lá, consegui descobrir o nome do filme e a música que ele tentou tocar.

Mais alguns cliques e eu já estava comprando a música "Killing Me Softly With His Song", de Roberta Flack, num site de músicas ao custo de R$ 1,99...

A Internet e a tv a cabo facilitaram muito a nossa vida, mas será que não estão facilitando o isolamento?

A grande vantagem de tudo isto é que eu nunca mais tive que pagar mico e ficar cantarolando trechos de música para o vendedor da loja de CD....

Postar um comentário