segunda-feira, 15 de setembro de 2008

"O Caçador de Pipas" e o Afeganistão

Estou lendo o livro "O caçador de pipas" e confesso que estou impressionado com a ambientação da história. Apesar do livro não ser mais novidade, não vou contar toda a história para não estragar a leitura de quem ainda não leu.

Só queria comentar que estou gostando muito de ler sobre a vida da sociedade mais abastada do Afeganistão, na era pré Talibã. Para pessoas, como eu, que nunca haviam ouvido falar do Afeganistão e do Talibã, antes do dia 11 de setembro de 2001, dia daquele atentado terrorista que parou o mundo, é estranho imaginar que aquele país já teve pessoas que tomavam cola-cola, assistiam filmes de cowboy e andavam de Mustang.

Tudo bem que deveria existir um abismo muito grande entre ricos e pobres, o que sempre fomenta o surgimento de grupos radicais como o Talibã. E até arrisco a "chutar" que o fascínio das classes mais abastadas pela cultura americana pode ter sido uma das sementes do antiamericanismo que reina por ali.

Na parte culinária, fiquei com vontade de experimentar o tal de pão "naan"...

Postar um comentário