quinta-feira, 11 de setembro de 2008

"Fessor", preciso tirar uma dúvida

Este episódio aconteceu alguns semestres atrás. Eu estava na praça de alimentação da faculdade, procurando um lugar para tomar um expresso.

No caminho, eu fui interceptado por um aluno que segurava um caderno aberto. Ele veio e pediu para eu tirar uma dúvida. Estranhei por não reconhecê-lo. No final do semestre eu já consigo chamar quase todos os alunos pelo nome e foi muito estranho nem reconhecer o rosto da figura.

Estranhei mais ainda quando li o caderno do menino. Ele estava com dúvidas em um exercício de física. Eu nunca dei aula de física!

Foi neste instante que veio um segundo aluno. Puxou o primeiro e começou a falar, bem baixo, um mantra do tipo: "ele não é nosso professor.... ele não é nosso professor"...

Finalmente o mistério se desfez. Ele estava me confundindo com outro professor. Tudo bem que japonês de óculos é tudo igual, mas não conseguir reconhecer um professor no dia da prova final é meio caminho para ser reprovado.

Postar um comentário