terça-feira, 28 de outubro de 2008

Micos do dia a dia

Hoje eu estava me barbeando e acabei me cortando. Seguindo técnicas milenares do mundo masculino, peguei um pedaço de papel higiênico para estancar o sangue e me dirigi a cômoda que abriga a gaveta de medicamentos.

Encontrei duas caixas de curativos do tipo band-aid. A primeira é dos meus filhos e estava cheio de curativos vermelhos com desenhos de bichinhos. O segundo, que deveria estar cheio de curativos cor de pele, estava completamente vazio.

Me vi tendo que escolher entre duas alternativas. A primeira era sair com um pedaço de papel higiênico na cara e a segunda com um curativo vermelho cheio de desenhos de bichinhos. Acabei priorizando a higiene e optei pela segunda opção.

Não cruzei com nenhum vizinho entre o apartamento e o carro, mas a gozação começou quando fui deixar o carro com os manobristas do trabalho e a tortura continuou quando entrei no escritório. O vexame só terminou quando uma alma caridosa me ofereceu um curativo cor de pele.

Eu mato os meus filhos que pedem para comprar curativos de bichinhos, mas depois só usam os curativos cor de pele.

Postar um comentário