sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Testando o Windows Live Writer

Acabei de instalar o programa Windows Live Writer, uma programa específico para gerenciamento e publicação de blogs. Comecei a testar o programa e me dei conta de ele é um produto da Microsoft. Um pensamento vai puxando outro e acabei relembrando os tempos em que a Microsoft era combatida como um símbolo do "imperialismo" americano.

Apesar da decepção com o Windows Vista, tenho notado que a antipatia pela Microsoft e pelo Bill Gates tem diminuído ao longo dos anos.

O linux acabou encontrando o seu espaço no mercado de servidores, a apple virou símbolo chic e descolado e o Windows, apesar dos problemas com o Vista, continua a dominar o mercado de desktops e notebooks.

Eu acho que a Microsoft é a única empresa que lança um novo produto e, quando o usuário se dá conta que comprou um treco que não funciona direito, "cordialmente" permite que use o produto velho.

Imagina o seguinte caso hipotético: um consumidor compra um carro 2008 e começa a enfrentar uma série de problemas com mau funcionamento. O infeliz vai babando na concessionária para reclamar e o fabricante resolve o problema trocando por um carro 2007.

O mais bizarro disto tudo é que o consumidor agradece a troca e ainda fica feliz com a promoção "Pague por um produto novo e leve um produto velho".

PS: Acho que gostei do Windows Live Writer

Postar um comentário