terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

O velho, o menino e o burro

Não fui eu quem inventou esta história, apenas estou reescrevendo algo que ouvi de uma pessoa experiente, no ambiente de trabalho. Como toda boa fábula, vou reescrever com a introdução tradicional.

Era uma vez um velho e seu neto. Depois de fazer um grande esforço, os dois conseguiram comprar um burro para melhorar a rotina diária do sítio em que moravam. Orgulhosos da nova aquisição, o velho desfilava montado no burro e o netinho andava ao lado, puxando as rédeas do animal.

Logo uma ONG chamada "Contra o trabalho escravo infantil" protestou de forma violenta contra aquela situação. Onde já se viu um adulto explorar uma criança daquela forma?

O velho, envergonhado, resolveu dar um basta naquela situação e colocou o neto montado no burro e continuaram o triunfal retorno ao sítio com sua nova aquisição.

Não deu dez minutos e a ONG "Envelhecer com dignidade" iniciou uma passeata em favor do velho. Onde já se viu deixar um jovem tratar o avô desta forma indigna?

O velho olhou desconsolado para o neto, que retribuiu com um ar de grande perplexidade. Pensaram alguns minutos e resolveram a questão.

A cidade, atônita, assistiu a cena mais bizarrra da história daquele lugajero. O velho e o menino desfilaram pela cidade carregando o burro nas costas.

Finalmente conseguiram agradar a todos e se tornaram unanimidade: "duas antas que carregam um burro".

Moral da história: existem situações que não é possível agradar a todos ao mesmo tempo. Se você achar que conseguiu, desconfie porque você pode estar fazendo papel de tolo.

23 comentários:

João Bertonie disse...

Nofa, eu já tinha ouvido essa história antes, mas não eram ongs, eram pessoas comuns mesmo!1
É impossível agradar a todo mundo. Ne, Jesus Cristo conseguiu essa proeza!11 Por isso temos que julgar nós mesmos para saber se aquilo é certo.


rsss

Sweet! disse...

E tem ainda uma parte q os dois subiram no burro e reclamaram, e depois os dois andaram a pé e foram chamados de lesos, hehehe, sempre adorei essa história.

Fabiane Bastos disse...

Muito boa história!
O único problema é que faz parte da nossa natureza querer a aprovação alheia, logo mesmo sabendo que não dá, vamos continuar tentando agradar as pessoas por muito tempo...

Anônimo disse...

que ótimo!! adorei do começo ao fim.. isso mostra tbm o quanto as pessoas gostam de fazer polêmica com a vida alheia...

bjux

dstv disse...

Muito legal a historia.


bjs

renata penna disse...

impossível... e como cansa tentar! afe...

dstv disse...

Selinho pra voce la no meu blog

bjs

Anônimo disse...

voltei amor
descula a demora
depois venho com mais calma no seu blog viu!

Anônimo disse...

Verdade. Ultimente eu nao tenho me preocupado em agradar um ou outro. Eu tomo as decisoes de acordo com o que acho certo. Alegrando alguem ou nao, posso dormir traquilo pois fui justo.

Marcella Leal disse...

Meldels!
kkkkkkkkk
Eu prefiriria vender o burro...
Mas, gostei do moral da historia.
As vezes temos que simplesmente nos conformar que não somos perfeitos a ponto de por sorrisos nos rostos de todos diante de nossas atitudes.

Unknown disse...

Adorei a historia muito legal!!

Random Blogger disse...

é a tal questão de que é impossível agradar a gregos e troianos, (sem sermos hipócritas) e que seremos sempre "presos por ter cão e presos por não ter" :)

Fernando disse...

olá
caramba sensacional esta fábula
rsrsrsrsrrs
vc falou a mais pura verdade
é bom para refletir
valewww
gde abrsssssssssss
fernu...7

D.Ramírez disse...

Nem vejo por essa moral da historia, vejo pelo lado dessas idiotices de ONGS que atrapalham tudo ao inves de melhorarem.
Abraços

Victória disse...

pior que é assim mesmo UASIHASUIHS
TUDO o que você fizer vai agradar alguns e não vai agradar outros.. e vai ser sempre assim, afinal, não pensamos igual, ou seja, nem tudo que é certo pra mim, é certo pro outro! ;]

Não é possível agradar a gregos e troianos! =)

Victória disse...

você não vai postar mais, não? :P

Fabi disse...

Como se já não fosse =P
Só tem que atualizar o blog de vez em quando para ir para o topo da lista! rs

Victória disse...

e o pior é que é bem assim, com a máquina digital você nem pensa duas vezes antes de tirar uma foto, já que você tem como ver a foto e apagar se quiser, já com a outra não, você tem que pensar bem antes de tirar a foto, senão já era. Tudo bem que na máquina digital você pode ver se a foto ficou boa e você não fica com medo de ter ficado tremida nem nada, mas é tão bom ter a surpresa de ver depois como que a foto ficou, as vezes ela ficou até melhor do que você imaginava!

Anônimo disse...

Não conhecia essa história. Mas é assim mesmo: tudo o que a gente faz, já tem alguém doido pra falar besteira... Pessoas são muito difíceis de lidar...

Bjs

Amanda Carolinaa disse...

Voltei...E adorei a história...Já tinha ouvido e concordo com a moral...é terminantemente impossível agradar a todos, pena que faz parte da nossa natureza tentar descobrir o que os outros estao pensando ou falando...Sou assim e tenho que mudar...Me preocupo demais com a opinião dos outros....Beijoss

Victória disse...

Espero que fique mais ilustrado meu blog mesmo HSUAIHASIUHSAUIHSA

Mas por enquanto eu nem estou na fase de tirar muitas fotos! :P

Mundo Cólica disse...

o lance principal que eu acho é não querer agradar as pessoas.se você faz algo que faz bem pra você:ok.depois vc colhe os prós e os contras das suas ações,mas sabendo que tudo aquilo foi pq vc quis e não pra agradar os demais.


beijosmil,Mah.

Random Blogger disse...

Não podemos agradar a gregos e troianos:)